Blog da ENGIE Solar

12.10.2016

Conheça práticas de cidades sustentáveis

Muito se fala em sustentabilidade e o tema gera grandes expectativas entre os brasileiros interessados no assunto. Como em diversos outros aspectos, o Brasil tem muito que aprender com outros países que já adotaram práticas inovadoras – principalmente relacionadas às energias renováveis, e estão colhendo bons resultados. Segundo a Arcadis, uma empresa de consultoria global de ativos naturais: Amsterdã, Berlim, Copenhague, Frankfurt, Hong Kong, Londres, Roterdã, Seul, Singapura estão entre as cidades sustentáveis referência no mundo.

Quando o assunto é sustentabilidade, as cidades são avaliadas em relação a três pilares principais:

# Pessoas: este indicador leva em conta critérios como saúde, infraestrutura de transportes, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e educação, entre outros.

# Planeta: aqui são avaliados, por exemplo, o consumo de energia e a cota de energia renovável, as emissões de gases com efeito de estufa e as taxas de reciclagem.

# Lucro: já neste aspecto, são avaliados a posição da cidade em redes econômicas globais, o PIB e o custo de vida.

Veja aqui 9 cidades sustentáveis com práticas que inspiram um mundo melhor

 

1. Amsterdã (Holanda)

A cidade comprometeu-se a reduzir as suas emissões de carbono em 40% até 2025, a partir de 1990. O grande desafio da capital da Holanda é garantir um futuro sustentável para seus habitantes, com ações principalmente voltadas à economia de energia, uso eficiente de energia fóssil e aumento em grande escala da utilização de energias renováveis.

cidades sustentaveis
ReGen Village – Comunidade sustentável, que começou a ser construída em julho deste ano nos arredores de Amsterdã, promete estar pronta em 2017.

 

2. Berlim (Alemanha)

Na chamada zona ambiental de Berlim, só é permitida a circulação de veículos que atendam aos padrões de emissão específicos. A cidade alemã e seus arredores têm a maior densidade de empresas de tecnologia ambiental, trabalhadores de tecnologia limpa e de instituições de pesquisa do país.

cidades sustentaveis
WerkBundStadt – Projeto que promete transformar antiga base petrolífera de Berlim em bairro totalmente sustentável.

 

3. Copenhague (Dinamarca)

As políticas e o planejamento ambiental da capital da Dinamarca são conhecidos no mundo todo. Ela se comprometeu a ser neutra em carbono até 2025. O país também possui uma das maiores indústrias de turbinas eólicas do mundo e gera uma quantidade substancial de energia eólica, dos quais cerca de 20% são usados internamente.

cidades sustentaveis
Middelgrunden –  Complexo de energia eólica em Copenhage tem meta de abastecer 50% da Dinamarca até 2050.

 

4. Frankfurt (Alemanha)

Tida como cidade verde, a cidade alemã foi, durante muitos anos, proativa em iniciativas que buscam a sustentabilidade. A cidade hoje comemora a redução de emissões de carbono em 10% a cada cinco anos. A expectativa é de que, até 2030, Frankfurt tenha reduzido a emissão de carbono em 50%. Uma estação de energia de biomassa fornece eletricidade para cerca de 20 mil famílias, além de abastecer também a indústria e o comércio.

cidades sustentáveis
Frankfurt – Alemanha, considerada a cidade mais sustentável do mundo pelo Sustainable Cities Index, em 2015.

 

5. Hong Kong

As energias eólica e solar têm um grande potencial de crescimento nesta região administrativa da China. Segundo estudo encomendado pelo Departamento de Serviços Elétricos e Mecânicos, em 2000, a energia solar, a energia eólica e a energia gerada a partir de resíduos têm um potencial de uso extremamente amplo na cidade. Hoje, há diversos projetos que buscam desenvolver o uso de energia renovável e comprovar a sua eficiência.

cidades sustentaveis
Sing Yin Secondary School – Escola erguida em Hong Kong tem painéis solares, turbinas eólicas e amplos programas de conscientização ambiental. Em 2013, ganhou o concurso internacional de Escola Mais Verde da Terra.

 

6. Londres (Reino Unido)

A cidade tem procurado reduzir suas taxas de emissão de gases de efeito estufa e aumentar os espaços verdes. Este esforço não é de hoje. A capital da Inglaterra pretende alterar 25% do seu poder de fontes de energias geradas localmente até 2025, segundo o Plano de Ação sobre Mudanças Climáticas.

cidades sustentaveis
BedZed (Empreendimento de Energia Zero em Beddington) – Bairro de Londres produz energia elétrica com a luz do sol, reduz a emissão de CO2 e a água residual é reutilizada na irrigação dos jardins dos apartamentos.

 

7. Roterdã (Holanda)

Somente o Porto de Roterdã tem um total de 200 MW de capacidade instalada de energia eólica. Isto significa cerca de 10% da energia eólica total produzida no país. Esta importante cidade da Holanda tem demonstrado, também, grandes avanços no setor de bioenergia e energia solar.

cidades sustentaveis
Pavilhão Flutuante auto-sustentável em Rijnhaven, Roterdã.

 

8. Seul (Coreia do Sul)

Os setores de energias públicos e privados desta cidade da Coreia do Sul participam ativamente em vários projetos, que têm como objetivo aumentar a produção de energia a partir de fontes renováveis. Para apoiar a iniciativa, o governo incentiva o investimento privado na geração de energia solar fotovoltaica alugando equipamentos públicos não utilizados. A prefeitura da cidade também assinou acordos com empresas para construir usinas de energia solar fotovoltaica adicionais, o que vai garantir uma potência incremental de 250 MW.

cidades sustentaveis
Seoul.

 

9. Singapura

No primeiro semestre de 2014, a capacidade instalada total da rede de sistemas fotovoltaicos em Singapura estava distribuída por 468 instalações em toda a ilha. Ainda neste ano, afim de aumentar a qualidade de vida da sua população sem afetar a natureza, o governo decidiu construir um Jardim Botânico. A cidade ainda estabeleceu uma meta ambiciosa, transformar 80% dos edifícios em prédios “green” até 2030. No ano passado, a gigante do mundo dos eletrônicos, Apple, firmou parceria com a maior empresa local de geração de energia limpa, a Sunseap Group, para que a sua primeira loja na cidade fosse abastecida inteiramente por energia solar.

cidades sustentaveis
Jardim Botânico transformou Singapura na capital botânica mundial.

 

Gostou de saber o que estão fazendo algumas cidades sustentáveis? Então, não deixe de ler também o e-book O crescimento da energia solar e seu impacto socioeconômico pelo mundo!

CompartilheShare on FacebookGoogle+Tweet about this on TwitterPin on Pinterest